Os Chakras

Em sânscrito, Chakra é uma palavra que significa roda e estas “rodas” foram representadas como pontos de energia que captam e emanam energia prânica que envolve nossos corpos.

Energia Prana, é a energia que mantém a vida na matéria, a energia vital e universal.

Possuímos diversos pontos de energia pelos nossos corpos, mas são destacados sete principais:  MULADHARA, SWADHISTANA, MANIPURA, ANAHATA, VISHUDDA, AJNA E SAHASRARA.

Estes vórtices ou pontos de energia, estão localizados na coluna vertebral e têm a função de receber, absorver e distribuir a energia para todos órgãos.

O prana

O prana alimenta a vida na matéria, dos seres humanos, dos animais e a natureza como um todo, esta presente em todos os lugares, no microcosmo e no macrocosmo.

Esta energia é capitada e manifestada em diversas formas distintas, cada qual com seu papel no plano universal. Absorvemos dos alimentos, na própria natureza e dos outros seres, na verdade há uma troca constantemente.

Quando o Yoga começou a ser codificado, o conhecimento e o trabalho energético dos chakras, já estava descrito em escrituras mais antigas. Nas escrituras Védicas (2.000 A. C.), contêm os mais antigos registros sobre Chakras.

São sete os principais chakras, dispostos desde a base da coluna vertebral até o alto da cabeça e cada um correspondem a uma das sete principais glândulas do corpo humano.

Representação dos Chakras

Cada um destes chakras está em estreita correspondência com certas funções físicas, mentais, vitais ou espirituais. Num corpo saudável, todos esses vórtices giram a uma grande velocidade, permitindo que o “prana”, flua para cima.

Mas se um desses centros começa a diminuir a velocidade de rotação, o fluxo de energia fica inibido ou bloqueado e disso resulta o envelhecimento ou a doença. E dizemos que esta em desequilíbrio.

Todos os pontos e energia são conectados entre si por uma espécie de tubo etéreo (Nadi) principal chamado “sushumna”, ao longo do eixo central do corpo humano, por onde dois outros canais alternados “Ida” que sai da base da espinha dorsal à esquerda de sushumna e “pingala” à direita.

Os Nadis

Os nadis são como canos que conduzem a energia para todos os sistemas do corpo humano; conduzem e regulam o “prana” ( energias Yin e Yang ) em espirais concêntricas.

Estes 3 nadis são os principais: IDA, PINAGLA E SUSHUMA, entre milhares, que percorrem todo o corpo em todas as direções, linhas, meridianos e pontos.

Para nós que praticamos yoga e para muitas outras filosofias, os condutos “nadis” são sagrados, é por meio da “Sushumna o nadi central” que o yogi deixa o seu corpo físico, entrar em contato com os planos superiores e traz para o seu cérebro físico a memória de suas experiências.

Os 3 primeiros chakras, os inferiores contemplam sentimentos mais ligados aos nossos extintos e necessidades básicas, enquanto que os 4 chakras superiores estão mais ligados a sentimentos mais sutis e elevados, conectados a nossa intuição e sabedoria, que nos ajudam a compreender a grande ordem de todas as coisas. Todos os nossos chakras influenciam uns aos outros e, no final das contas, eles trabalham em conjunto e para manter o equilíbrio.

Gostaria de saber mais sobre o assunto, aprender Yoga e se desenvolver de uma forma geral? Entre em contato conosco do Estúdio Shanta!

Teremos o maior prazer em sanar suas dúvidas e ajudar em todo esse processo de crescimento físico e mental.

Comente